Semas apresenta ações socioambientais durante a pandemia em debate virtual

Por Ronan Frias (COHAB).

 

O titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Mauro O’de Almeida, apresentou as principais iniciativas e os desafios que estão sendo superados pela Semas no contexto da pandemia do novo coronavírus. As informações foram apresentadas em debate on-line, nesta quinta-feira (4), com o tema “Ações dos Estados amazônicos contra o desmatamento ilegal e outros ilícitos ambientais no contexto da Covid-19”.

“Nós nos programamos nesse período, nos estruturamos com a formação de cerca de 100 fiscais. Agora em junho, os novos fiscais já estão iniciando as operações de repressão ao desmatamento ilegal e outros crimes ambientais. Também nos organizamos para priorizar o licenciamento de empreendimentos que vão gerar mais empregos no Estado”, afirmou O’de Almeida.

Além do titular da Semas do Pará, participaram os representantes dos Estados do Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso e Rondônia. Juntos, os gestores responderam questionamentos enviados pelo internautas que acompanharam o evento ao vivo. Entre as perguntas, o secretário do Pará respondeu sobre a distribuição dos novos profissionais que integram o quadro de fiscalização.

“Os novos fiscais vão atuar na fiscalização. O fluxo será em equipes que trabalharão na linha de frente e em áreas administrativas, para garantir celeridade no monitoramento. Por isso, contratamos geógrafos, cartógrafos, engenheiros agrônomos, entre outros. Os profissionais foram contratados de forma equilibrada”, frisou Mauro.

Jurisdições - As peculiaridades de cada Estado e as estratégias para fomentar o desenvolvimento socioambiental na região amazônica também estiveram na pauta da reunião. Sobre o tema, O’de Almeida avaliou as iniciativas futuras e a fiscalização ambiental em áreas de responsabilidade do Governo Federal, dentro do território paraense.  

“O desmatamento ilegal no Pará é maior em áreas federais. É atribuição do Ibama e ICMBio essas áreas, assim como áreas indígenas. Atuamos nas áreas de responsabilidade do Estado e como apoio nas ações do Governo Federal, como as do GLO (Garantia da Lei e da Ordem). Queremos continuar essas ações de apoio, mas é preciso pensar além da repressão. no contexto do novo normal, teremos ações de combate ao desmatamento e de elevação produção socioambiental valorizando as vocações naturais do Pará”, ponderou o titular da Semas.

Durante as considerações finais, o titular da Semas do Pará agradeceu pela oportunidade de participação no processo de construção de conhecimento social e reforçou a importância da atenção ao meio ambiente, como forma de prevenção a pandemias. 

“O nosso sentimento nesse momento e no pós Covid-19 é que a pauta ambiental ganhe cada vez mais a atenção e a urgência que merece. Se não conseguirmos conter os problemas ambientais, como o aumento da temperatura, podem ser ocasionadas novas epidemias em cenários locais, regionais e globais. Estamos com o olho também na economia, na geração de emprego e renda. Aqui no Estado do Pará reunirmos esforços para unir as duas áreas de forma sustentável. Esperamos manter as ações integradas com a região Norte, como um todo. Regionalmente estamos debatendo e produzindo ações nas pautas ambientais”, finalizou Mauro O’de Almeida.

 

Fonte: Agência Pará.

Por Ronan Frias (COHAB)

Please reload

Destaques

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Rua dos Mundurucus, 1482 - Batista Campos, CEP: 66033-716, Belém, Pará. 

Telefones: Financeiro: (91) 3323 5043 / Coordenação de Projeto: (91) 3323 5033 e 3323 5084 / Orçamentos e Logística: (91) 3323 5020​

© Orgulhosamente criado para a Abradesa desde 2015.