Feira de Agricultura Familiar retorna à UFPA

Nesta sexta-feira, 10 de janeiro, será realizada a primeira edição de 2020 da Feira de Agricultura Familiar da UFPA. A programação, que ocorre no espaço Vadião, da Universidade Federal do Pará, já é tradicional na primeira semana de cada mês e busca promover a aproximação do agricultor familiar com os consumidores e incentivar a comercialização de produtos agroecológicos.

Durante a feira, serão comercializados frango caipira, peixes, camarão, verduras, hortaliças, tucupi, frutas regionais, queijos, mel, polpas de frutas regionais e plantas ornamentais. Toda a produção é proveniente de pequenos agricultores da ilha de Mosqueiro e dos municípios de Abaetetuba, Barcarena, Bragança, Irituia, Mãe do Rio, Santa Bárbara, Santa Izabel e Salinópolis. 

“Estamos incentivando os produtores a cultivar sua terra e a entregar produtos de boa qualidade na mesa do consumidor”, afirma Suzana Corrêa, produtora que participa do evento desde a sua criação. A produtora acredita ainda que a frequência da realização estimula o agricultor familiar que hoje se vê ainda mais incentivado ao comercializar a sua produção diretamente com o consumidor.

A feira é uma organização do Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares (INEAF), com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e dos Institutos de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), de Letras e Comunicação (ILC), de Ciências da Saúde (ICS) e de Tecnologia (ITEC).  

 

Serviço:

 

Feira da Agricultura Familiar da UFPA

Data: 10 de janeiro de 2020
Hora: das 8h às 13h
Local: Espaço Vadião, Campus Básico

 

Texto: Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Alexandre de Moraes

Please reload

Destaques

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Rua dos Mundurucus, 1482 - Batista Campos, CEP: 66033-716, Belém, Pará. 

Telefones: Financeiro: (91) 3323 5043 / Coordenação de Projeto: (91) 3323 5033 e 3323 5084 / Orçamentos e Logística: (91) 3323 5020​

© Orgulhosamente criado para a Abradesa desde 2015.